As histórias que as imagens contam 

Qual é a potência narrativa das imagens nos livros? Para conversar sobre isso, o Lugar de Ler reuniu três importantes ilustradores do mercado editorial brasileiro: Lúcia Hiratsuka, José Carlos Lollo e Odilon Moraes. Mediação de Aline Abreu.

Saiba mais sobre os participantes:

Lúcia Hiratsuka

​É autora e ilustradora de diversos livros para crianças, entre os quais Orie (Pequena Zahar), eleito o Melhor Livro para Crianças pela FNLIJ/2015, escolhido para fazer parte do catálogo White Ravens da Biblioteca de Munique e incluído na Lista de Honra FNLIJ-IBBY/2016.

Lúcia também publicou Chão de peixes (Pequena Zahar), O guardião da bola (Moderna),

As cores dos pássaros (Rovelle), entre outros.

José Carlos Lollo

Diretor de arte em agências de publicidade, José Carlos Lollo começou a ilustrar livros infantis de sua autoria em 2009, em parceria com sua mulher, a escritora  Blandina Franco. Hoje a dupla tem mais de 40 títulos publicados, além de diversos prêmios, entre os quais, dois Jabutis: para Crônicas da Norma (Callis), em 2014, e para A Raiva (Pequena Zahar), em 2015 - este último também foi publicado na China, Turquia e Portugal.

Odilon Moraes

Formado em Arquitetura pela USP, Odilon começou a ilustrar livros em 1990, sendo premiado em 1994 com o Jabuti pelas imagens de A Saga de Siegfried (Companhia das Letrinhas). Também recebeu o prêmio por O Matador (Cosac Naify), em 2009, e Teleco, o Coelhinho (Positivo), em 2017. Em 2002 escreveu seu primeiro livro ilustrado, A Princesinha Medrosa (Jujuba), considerado o Melhor Livro do Ano para Crianças pela FNLIJ. Em 2004, Pedro e Lua (Jujuba) ganhou o prêmio da FNLIJ e, em 2017, Rosa (Olho de Vidro)..

Aline Abreu

Formada em Artes Visuais pela FAAP/SP, Aline Abreu fez Mestrado em Literatura e Crítica Literária na PUC-SP. A partir da dissertação "O Texto Potencial no sistema ecológico do livro ilustrado infantil: palavra-imagem-design ", de 2013, ministrou cursos sobre o tema na PUC-Cogeae e no "Espaço das Três", em São Paulo. Atualmente, é professora do curso de Pós-Graduação Lato Sensu "O livro para a infância: textos, imagens e materialidades", na Casa Tombada, São Paulo - em que ministra o módulo Laboratório de Narrativa Visual -, e do curso "Para Narrar com imagens é preciso saber desenhar?", também na Casa Tombada. Em 2016 ganhou o Prêmio João-de-Barro de Literatura Infantil, com o livro inédito Quase ninguém viu (Jujuba, no prelo).

Horário:

sábado

01/12/2018

às 14h30

R$ 60,00

Lugar de Ler ∞

Rua Pedro Ortiz,94

Vila Madalena - São Paulo

lugardeler@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle