OFICINA DE POESIA: O DELÍRIO DA PALAVRA

com Tatiana Fraga

O que é poesia? Como se escreve um poema? Essa oficina parte do desejo de se escrever em versos. Durante os sete encontros, o que se propõe é a socialização poética e um convite à escrita a partir de estímulos e provocações da mediadora acerca de elementos da criação poética e da materialidade do poema, como sons, imagens, ideias e concisão. A oficina não pretende ensinar a escrever poesia, mas ajudar a abrir caminhos e propor experiências, reflexões e conversas para os participantes descobrirem sua própria escrita. 

 

Uma didática da invenção

(Manoel de Barros)

 

VII

No descomeço era o verbo.

Só depois é que veio o delírio do verbo.

O delírio do verbo estava no começo, lá

onde a criança diz: Eu escuto a cor dos

passarinhos.

A criança não sabe que o verbo escutar não

funciona para cor, mas para som.

Então se a criança muda a função de um

verbo, ele delira.

E pois.

Em poesia que é voz de poeta, que é a voz

de fazer nascimentos —

O verbo tem que pegar delírio.

imagem de Marilia Navickaite

Horário

Às quintas-feiras

De 18 de junho a 30 de julho

Das 19h às 21h30

De R$ 525,00 por R$ 367,50

(3 x de R$ 122,50)

Sobre Tatiana Fraga

 

Poeta, jornalista e gestora de projetos educativos e culturais, Tatiana Fraga é idealizadora e diretora do Espaço de Leitura e diretora do Espaço de Convivência do Idoso, ambos no Parque da Água Branca. Foi diretora do Projeto PraLer - Prazeres da Leitura e diretora cultural da Casa das Rosas - Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura. É atriz e cocriadora do espetáculo “Anti-pássaro – poemas de Orides Fontela” e autora dos livros: Essa palavra sem coração (Selo Demônio Negro, 2020 – no prelo), Nino e Nina (Ed. Mundo Mirim, 2012), Brasa (Ed. Dulcineia Catadora, 2009) e Espelho (edição da autora, 2008). 

Lugar de Ler ∞

Rua Pedro Ortiz,94

Vila Madalena - São Paulo

lugardeler@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle