Dois meninos de Kakuma

Conversa com Marie Ange Bordas

imagem Pulo do Gato

"Kakuma é um campo de refugiados sem cercas nem muros, mas de onde quase ninguém consegue ir embora". Quem diz isso é Geedi, um menino somali de 12 anos que, na verdade, nunca esteve na Somália. Ele nasceu em Kakuma, onde sua mãe e sua irmã chegaram quando deixaram seu país para fugir da guerra.

Seu melhor amigo é Deng, que veio sozinho do Sudão, porque o vilarejo onde morava foi queimado e invadido por soldados violentos. "É estranho pensar que vivemos isolados neste deserto e que nossos futuros estão nas mãos de pessoas desconhecidas que vão decidir por nossas vidas, resolver se o campo fecha ou permanece, se teremos comida ou passaremos fome ou, até pior, se poderemos um dia voltar pra casa e viver em paz", diz Deng.

Geedi e Deng são os dois meninos de Kakuma, personagens criados pela escritora, jornalista e fotógrafa Marie Ange Bordas, que se inspirou em vários meninos de verdade de Kakuma para escrever o livro. Ela esteve no local em 2003 para desenvolver um projeto artístico com um grupo de jovens refugiados. Segundo Marie Ange, foram feitos vídeos, fotos, trilhas sonoras e uma fotonovela para contar sobre as vidas, histórias e sonhos das pessoas que viviam no campo de Kakuma, localizado no Quênia.

No Brasil para o lançamento do livro, que foi editado pela Pulo do Gato, a gaúcha Marie Ange vem ao Lugar de Ler para falar mais sobre essa experiência e contar um pouco da sua trajetória por diferentes lugares do mundo, sempre motivada "a construir pontes entre tantos mundos por meio da arte".

Horário:

sábado

24/11

às 17h

evento gratuito

Haverá venda do livro no local.

Faça sua inscrição aqui!

Lugar de Ler ∞

Rua Pedro Ortiz,94

Vila Madalena - São Paulo

lugardeler@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle