top of page
Oficina de arrepios:  a literatura de horror da teoria à prática

Oficina de arrepios: a literatura de horror da teoria à prática

com Oscar Nestarez

 

Desde suas origens considerado um gênero de enorme apelo popular, o horror adquiriu, em tempos recentes, uma notável dimensão crítica. Por meio de estratégias e tropos das narrativas assustadoras, um número crescente de ficcionistas – com destaque para mulheres latino-americanas – vem oferecendo novas perspectivas de se estar em um mundo que parece caminhar veloz rumo à catástrofe. O horror passa a figurar como formato para a expressão de traumas e angústias dos tempos recentes, como exemplificam os trabalhos de Mary Shelley (pelo viés do horror), Shirley Jackson, Amparo Dávila, alguns contos da equatoriana María Fernanda Ampuero e de Samanta Schweblin, Stephen King, Clive Barker, Thomas Ligotti, Mariana Enriquez, Layla Martínez, entre outras e outros.

 

Nesta oficina composta de cinco encontros, primeiramente visitaremos a historiografia da literatura de horror, compreendendo suas origens e relações com o gótico e o fantástico. A seguir, desmontaremos algumas obras do gênero consideradas bem sucedidas de modo a compreendermos sua composição, seus mecanismos internos. Uma vez conquistado esse entendimento, partiremos para a montagem de nossos próprios artefatos do arrepio por meio de exercícios práticos, com a elaboração final de uma narrativa breve. 

 

Aula 1 – O medo seguro: uma incursão nas origens do assombro na literatura [anúncio de trabalho final: a redação de uma narrativa curta + exercício a ser realizado em casa: sinopse desta narrativa] 

 

Aula 2 – Edgar Allan Poe: teoria e prática [análise de conto de Poe a ser escolhido + comentários sobre sinopses + exercício a ser realizado em casa: descrição de uma cena assustadora]

 

Aula 3 – As figurações do horror no século 20: H.P. Lovecraft, Stephen King e Clive Barker [comentários sobre cenas assustadoras + exercício a ser realizado em casa: composição de personagens]

 

Aula 4 – Arrepios contemporâneos: a dimensão política e social do horror [análise de conto a ser escolhido + comentários sobre composição de personagens + exercício a ser realizado em casa: descrição de espaços e atmosferas]

 

Aula 5 – Sessão dedicada a debates sobre os textos até aqui, resolução de dúvidas, etc.

  • Sobre Oscar Nestarez

    Oscar Nestarez é escritor, tradutor e pesquisador da literatura de horror, com doutorado pela FFLCH-USP e pós-doutorado pela Universidad de Alcalá de Henares (Espanha). Publicou o romance Bile negra (Avec, 2023), premiado pela Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror (Aberst), as coletâneas Horror adentro (Kazuá) e O breu povoado (Avec), e a novela Claroscuro (Draco), que recebeu o prêmio Odisseia de Literatura Fantástica. Entre seus trabalhos de não ficção, destacam-se as antologias Tênebra - narrativas brasileiras de horror [1839-1899], pela editora Fósforo, e Mundos Paralelos: Horror, pela Globo Livros. É colunista da revista Galileu. 

     

  • Horário e valor:

    Segunda-feira

    de 27 de maio a 24 de junho

    das 19h às 21h30

    carga horária: 12,5 horas

    valor: R$562,50

R$ 562,50Preço
bottom of page