O Novo Tempo do Mundo

Com Juliano Garcia Pessanha e Tiago Ferro

Idealização: Tiago Ferro

Em quatro encontros semanais, Juliano Garcia Pessanha e Tiago Ferro propõem uma leitura cerrada do livro de 2014 do filósofo Paulo Arantes, O novo tempo do mundo (editora Boitempo). Arantes “analisa a economia de guerra, a indústria dos presídios, os campos de extermínio, as revoltas nos guetos, o golpe militar e as manifestações de 2013, promovendo a experiência conceitual radical desse tempo novo que dá a sensação de que a novidade morreu, mostrando seu enraizamento na história do capitalismo, defrontando o leitor com a necessidade de rejeitar urgentemente sua continuidade tediosa, patogênica, destrutiva – rejeitar seus escombros que insistem em se manter em pé”.

Acompanhar as reflexões do autor, intérprete central do Brasil contemporâneo, é tarefa fundamental para quem quer entender o estranho mundo em que vivemos.

Recomenda-se a leitura prévia do livro (os alunos inscritos têm 50% de desconto na compra do livro O novo tempo do mundo diretamente no site da editora Boitempo.

Mais informações pelo e-mail lugardeler@gmail.com)

Horário

quintas-feiras

de 05/03 a 26/03

das 19h às 21h30

3 x R$ 100,00

Juliano Garcia Pessanha

Nasceu em São Paulo em 1962. Após abandonar o curso de Direito no Largo São Francisco, graduou-se em Filosofia. É mestre em Psicologia (PUC-SP) e doutor em Filosofia (USP). É autor de diversos livros: lançou em 2018 Recusa do não-lugar (Ubu) e Epigramas recheados de cicuta, coautoria com Evandro Affonso Ferreira (Sesi). Tece estreito diálogo com a literatura, a filosofia e a psicanálise, em busca de dizer as coisas em registros múltiplos de enunciação. É professor e dirige grupos de estudo de filosofia.

Tiago Ferro

Nasceu em São Paulo em 1976. Editor e escritor, é um dos fundadores da editora de e-books “e-galáxia” e da revista de ensaios Peixe-elétrico. Colabora regularmente com textos sobre cultura para veículos como as revistas Piauí, Cult, 451, blog do IMS e Suplemento Pernambuco. Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo, atualmente pesquisa a obra do crítico literário Roberto Schwarz no programa de doutorado da mesma universidade. O pai da menina morta (Todavia), vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2019 e do Prêmio Jabuti de Romance 2019, é seu romance de estreia.

Lugar de Ler ∞

Rua Pedro Ortiz,94

Vila Madalena - São Paulo

lugardeler@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle