top of page

Campanha no lugar do outro  

Nas próximas semanas, ofereceremos aulas avulsas, online, com duração de 2h (algumas 2h30), no valor de R$50,00. Venderemos também originais de diversos artistas a R$200,00 e prints a R$50,00 para arrecadar fundos para o Rio Grande do Sul. Os valores serão pagos diretamente às instituições listadas abaixo. Na compra de originais, o trabalho pode ser retirado no Lugar de Ler ou enviado mediante pagamento do frete.

Muito obrigada por colaborar! E fica de olho: teremos mais novidades conforme as ementas e obras chegam.

Como ajudar? 

1. Escolha a(s) aula(s) que quer comprar

2. Faça um pix para uma destas instituições: 

ÁGUA: Carlo Marchioro Guaragna

pix:doacoesrs@cleanyoga.club

MEDICAMENTOS E COBERTORES: Mariana Achutti

pix: mariachutti@gmail.com

RESGATE DE ANIMAIS: Deise Falci de Castro - pix: deisefalci@gmail.com

MARMITAS MST:

pix: 09.352.141/0001-48

3. Preencha o formulário de iinscrição e não se esqueça de anexar o comprovante!

Se tiver dúvidas, escreva para a gente em lugardeler@gmail.com.

AULAS

Lari.jpg
AULAS

Workshop relâmpago de ilustração com IA

Utilizando a ferramenta de inteligência artificial Midjourney, cada participante  criará imagens usando como ponto de partida uma imagem de seu próprio trabalho.

Sexta-feira, dia 24 de maio

das 10h às 12h

Inscreva-se aqui

Larissa Ribeiro é artista gráfica e tem se dedicado a investigar processos colaborativos de criação e inteligência artificial. Formada em Arquitetura pela FAUUSP, com especialização em ilustração em instituições na Espanha, Itália e Reuno Unido. É mãe do pequeno Inácio e sócia do @estudiorebimboca. É co-autora de uma série de livros com a produtora literária @sabichinho: 'Quem Manda Aqui?' (Cia das Letrinhas, 2015), 'Eleição dos Bichos' (Cia das Letrinhas, 2018 – traduzido e publicado em mais de 18 países) e 'A morte da Lagarta' (Cia das Letrinhas, 2022), todos disponíveis para download gratuito em licença livre no site da Sabichinho.

foto_Sandra Jávera.jpg

Bordado e desenho

A partir de um exercício de desenho, criaremos a base para um bordado um dois tipos de ponto. Iniciaremos este bordado durante o encontro, que será dividido em três partes: apresentação de referências, desenho e bordado. Materiais: papel, lápis grafite, canetinhas coloridas ou lápis de cor colorido. Caneta frixion, tecido, agulha para bordar, algumas linhas coloridas de bordar.

Sandra Jávera nasceu em São Paulo (1985) e começou a ilustrar histórias em  2011, ano em que se graduou em Arquitetura. Pouco depois foi morar em Nova Iorque, onde estudou e experimentou outras formas de desenhar. Desde 2022 vive em Berlim e trabalha criando estampas, papéis de parede, livros e peças de cerâmica.

Carolina.jpg

O texto no livro-álbum

No livro-álbum, palavra e imagem se unem, dentro das páginas encadernadas de um objeto, para contar uma história. Ali, o texto verbal não carrega mais sozinho essa incumbência. Isso transforma o papel da palavra. Ela agora não dança mais sozinha, faz parte de um balé onde o movimento de um afeta o do outro. Nessa aula, vamos ler juntos alguns livros para analisar o lugar da palavra e suas imensas possibilidades dentro do livro-álbum.

ASSISTA A AULA GRAVADA ATÉ DIA 31 DE MAIO

Inscreva-se aqui

Carolina Moreyra studou cinema na London Film School, Inglaterra. É escritora de livros ilustrados e já ganhou os prêmios O Melhor Livro do Ano para Crianças e Escritor Revelação pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), o selo White Ravens, da Biblioteca de Munich e o Jabuti. Em 2017, escreveu a adaptação para o teatro do livro "A Princesinha Medrosa", de Odilon Moraes. Participa do Coletivo Babayaga, grupo que produz de forma independente livros voltados para o público infantil, e dá aulas e oficinas sobre a escrita no livro ilustrado.

2023.jpeg

Que história é esta? Um olhar sobre o livro-álbum

Neste encontro discutiremos as fronteiras - se há - do livro-álbum, refletindo sobre sua porosidade e flexibilidade. Analisaremos diferentes construções narrativas e variadas relações que definem este livro.  

 

 

Terça-feira, dia 28 de maio

das 19h às 21h00

Inscreva-se aqui

Dani Gutfreund é formada em Pedagogia (PUC-SP), com mestrado em Literatura Contemporânea Inglesa (Goldsmith's College, University of London) e na FAU-USP em Livro-álbum. Dani tem também especialização em Tradução (City University, Londres). Foi editora da MOVpalavras e Supervisora Geral do Educativo da 30ª  Bienal. Trabalhou como professora de educação infantil e ensino fundamental. Foi correspondente de Arte da revista Tablado, de Brasília, e da Terramagazine. Participou de Enquanto Tempo e Sala de Leitura, exposições na Oficina Oswald de Andrade, com curadoria de Galciani Neves, assim como do 13º Salão de Arte Contemporânea de Jataí, em 2014. Hoje colabora com a editora Livros da Matriz, entre outras, e é doutoranda na FAU-USP. É autora de Olha lá a Ana!, publicado em 2015 pela MOVpalavras.

Keka Reis 2023 por Caroline Bittencourt 9.jpg

O personagem adolescente 

O personagem adolescente é aquele que costuma aparecer nas histórias quase sempre do mesmo jeito: entediado, ele vira os olhos, bate algumas portas e não se conforma com regras e normas impostas pelo mundo adulto. Até aí, normal. Jovens em transformação às vezes se comportam assim. Às vezes. Mas a real é que adolescentes são criaturas em estado bruto, que sofrem com os desafios do crescimento e as inseguranças de um mundo cada vez mais fragmentado. Pessoas curiosas, com senso de urgência aguçado e uma sensibilidade gigantesca. São muitas camadas. 

Terça-feira, dia 21 de maio

das 19h às 21h30

Inscreva-se aqui

Keka Reis Keka Reis é escritora, roteirista e dramaturga. Começou sua carreira na MTV dos anos 1990, onde produziu e dirigiu programas de tv de diversos tipos e formatos. Trabalhou em vários longas-metragens voltados para o público infanto-juvenil e já publicou quatro romances para essa faixa etária. “O dia em que a minha vida mudou por causa de um chocolate comprado nas Ilhas Maldivas” e “O dia em que a minha vida mudou por causa de um pneu furado em Santa Rita do Passa Quatro”, ambos finalistas do Prêmio Jabuti em 2018 e 2019 , Medley ou os dias em que aprendi a voar , finalista do prêmio AELIJ de literatura em 2022 e Sozinha, vencedor do Prêmio AELIJ de literatura em 2023 (melhor texto juvenil) e finalista do prêmio Jabuti no mesmo ano. Keka também já trabalhou como chefe de salas de roteiro para streamings como Disney e Amazon Prime e esteve na equipe de roteiristas de inúmeras animações nacionais. Em 2024 a série O dia em que a minha vida mudou, criada por ela e dirigida por Thais Medeiros e Pedro Jorge, estreia no canal Gloob.

Vanessa Ferrari-38.jpg

O lugar das palavras: critérios da escrita literária

A partir da experiência como editora da Companhia das Letras e como professora no curso de Formação para Escritores do Instituto Vera Cruz, Vanessa Ferrari analisa as principais dificuldades dos autores estreantes e discute os dogmas contemporâneos do que seria uma boa narrativa, propondo uma reflexão no modo como escrevemos e interpretamos a literatura.

Quinta-feira, dia 23 de maio

das 10h às 12h00

Inscreva-se aqui

Vanessa Ferrari é editora e mestre em crítica textual pela Universidade de São Paulo (FFLCH/USP). Sua dissertação de mestrado analisa originais submetidos para publicação pela Companhia das Letras do ponto de vista da construção do narrador. Coordena, desde 2015, o projeto da Companhia das Letras de clubes de leitura e remição de pena em doze unidades no Estado de São Paulo. É professora no curso de pós-graduação para escritor do Instituto Vera Cruz. Foi jurada dos prêmios Barco a Vapor em 2017, 2018, 2020 e 2021 (infantojuvenil), Prêmio Sesc, 2017, (contos), São Paulo de Literatura, 2017, (romance) e Prêmio Kindle de Literatura, em 2020. Foi editora da Companhia das Letras de 2009 a 2015. Entre os trabalhos de edição de autores estreantes, destacam-se A palavra que resta, primeiro romance de Stênio Gardel, publicado pela Companhia das Letras e vencedor do National Book Awards, em 2023, Dama de paus, de Eliana Cardoso, vencedor  do Prêmio Kindle de Literatura, em 2019, e O imortal, de Mauricio Lyrio, semifinalista dos Prêmios Oceanos e São Paulo de Literatura. Publicou "O lugar das palavras", um ensaio sobre os primeiros embates de escrita do narrador contemporâneo, que entrou na lista dos melhores livros de 2023 da Revista 451. 

Tania_edited.jpg

Leitura comentada do conto “Noturno amarelo”, de Lygia Fagundes Telles

Publicado em 1977, Seminário dos ratos é o segundo livro de contos de Lygia Fagundes Telles. A obra tem como base um meticuloso trabalho estético da autora, cuja obstinação originou contos que desafiam os limites entre a realidade e a imaginação. Para explorar os aspectos modernos presentes em Lygia Fagundes Telles, Tania Lopes propõe a leitura comentada do conto “Noturno amarelo” com uma análise detalhada em que se destacam as relações familiares, cheiros, lembranças, acerto de contas através da fusão do fantástico com a realidade e personagens marcantes que espelham o tema preponderante da obra: a condição humana

Sexta-feira, dia 31 de maio

das 19h às 21h00

Inscreva-se aqui

Tania Lopes é doutora em Estudos Literários (Unesp), com pós-doutorado em Estudos Literários (Unesp) e Literatura Portuguesa (USP). Estudou a ficção de José Saramago, com ênfase na literatura fantástica, e as obras de Isabela Figueiredo, centralizando-se nos temas relativos à ficção e memória. Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras Estrangeiras e Tradução (DLM-USP), onde estuda a obra de J.M.G. Le Clézio. Atua como tradutora e mediadora de leitura. No Lugar de Ler, ofereceu os cursos: Os mundos possíveis de José Saramago; Nos labirintos do fantástico (duas edições); O mundo maravilhoso das novelas de cavalaria, entre outros e mediou as leituras de A pediatra (Andrea del Fuego), Gótico nordestino (Cristhiano Aguiar) e As convidadas (Silvina Ocampo) no grupo de leitura Companhia das Letras.

Tati Fraga.jpg

A arte de ler em contextos de crise

Qual é o papel da leitura e da literatura em meio a catástrofes ambientais, genocídios, exterminação de territórios, pandemias, atrocidades fascistas? Há lugar para a poesia quando sobreviver é urgente? A partir da leitura de trechos do livro “A arte de ler – ou como resistir à adversidade”, de Michèle Petit – editora 34, conversaremos sobre como a literatura funciona como “uma reserva de liberdade necessária, um espaço de devaneio fundamental para a recomposição do tecido simbólico esgarçado por catástrofes, sejam elas externas ou internas”.

Segunda-feira, dia 27 de maio

das 10h às 12h00

Inscreva-se aqui

Tatiana Fraga  é poetae gestora de projetos educativos e culturais, Tatiana Fraga é jornalista e pós-graduada no curso Gestos de Escrita como Prática de Risco n´A Casa Tombada. Idealizadora e diretora do Espaço de Leitura do Parque da Água Branca, entre 2010 e 2020, e diretora do Espaço de Convivência do Idoso e Projeto Intergeracional entre 2016 e 2020. Foi diretora do Projeto PraLer - Prazeres da Leitura e diretora cultural da Casa das Rosas - Espaço Haroldo de Campo de Poesia e Literatura. Desenvolveu projetos no Museu do Futebol, Museu da Casa Brasileira, Instituto Ultra e diversas unidades do SESC, além de formações para educadores para a Fundação Tide Setubal, Fundação Bunge e Instituto Arte Itaporanga – BA. Foi coordenadora do projeto Arte e Convivência para Idosos, também em 2021. Coordenadora do projeto ‘Cinco anos do Memorial da Inclusão pelos Direitos das Pessoas com Deficiência’ e integrante da equipe de produção do Mulherio das Letras, realizado em João Pessoa – PB, em 2017. Foi coordenadora educativa e co-curadora da exposição #OCUPASACY, curadora dos cursos livres d´A Casa Tombada e organizou o FLIIC – Festival de Literatura Infantil e Infanto Juvenil da Casa, ambos em 2021. Atriz e co-criadora do espetáculo ‘Anti-pássaro – poemas de Orides Fontela’, com direção de Sérgio Audi. Autora dos livros 'Essa palavra sem coração' (Selo Demônio Negro, 2020), ‘Nino e Nina’ (Ed. Mundo Mirim, 2012), ‘Brasa’ (Ed. Dulcinéia Catadora, 2009) e ‘Espelho’ (edição da autora, 2008). Ministra oficinas literárias em espaços como Lugar de Ler, A Casa Tombada e Sesc. Como jornalista, foi editora, redatora e repórter de revistas de segmentos variados durante dez anos.

IMG_9760_edited.jpg

Ampliando nosso repertório visual

A partir de elementos geométricos muito simples, vamos experimentar e produzir composições visuais explorando a relação entre cores, formas e o espaço. O encontro será dividido em duas partes. Um primeiro momento com uma breve explicação teórica e um segundo momento de produção. Materiais: papel colorido, papel em branco canson ou similar, tinta guache ou acrílica, tesoura e/ou estilete, e cola.

Segunda-feira, dia 20 de maio

das 10h às 12h30

Inscreva-se aqui

Pat Lobo mora em São Paulo. É graduada pela PUC-RJ em Design Gráfico e tem um Mestrado em Design pela FAU USP. Atualmente seu escritório se divide em projetos de ilustração especificamente para o nicho de decoração e produtos (estampas para papel de parede, tecidos, louças e ladrilhos) e ministra oficinas relacionadas à área de arte.

ORIGINAIS

Tucano
29 x 20,7 cm
Canetinha sobre papel
Sandra Jávera, 2023

comprar

VENDIDO
Sandra Jávera, 2023

Ilustração do "Vermelho"
29,7 cm x 42 cm
Impressão em Fineart
Daniela Galanti, 2018

comprar

Gramado
29,7 cm x 42 cm
Aquarela sobre papel
Leila Santiago, 2023

comprar

Ricardo.jpg

Edifício aquático
29,7 x 42 cm
Risografia em duas cores (tiragem limitada de 30)
Ricardo Amado, 2023

comprar

aline.jpg

Sem título - do livro "Quase ninguém viu"
42 cm x 32 cm
Técnica mista sobre papel
Aline Abreu, 2019

comprar

Ilustracao_Garupa Sentinela.png

Garupa sentinela
40,5 cm x 28,2 cm
Nanquim e guache sobre papel
Joana Lavôr, 2019

comprar

Foto moldura_Ocupação Axé.jpg

VENDIDO

Joana Lavôr, 2022

Luciana Bertarelli.jpg

VENDIDO

Luciana Bertarelli, 2024

juliana.jpg

Sem título

29,5 x 42 cm
Monotipia em papel pólen
Juliana Storto, 2022

comprar

ju storto.jpg

Sem título II

29,5 x 42 cm
Monotipia em papel pólen
Juliana Storto, 2022

comprar

Flávia Bomfim - Pássaro bolinha - B .jpg

Pássaro-bolinha

Flávia Bomfim, 2024

29,7 x 42 cm

Papel Hahnemühle 190gr

Monotipia + bolinha e fitas adesivas

Bartolomeu_ElisaCarareto.jpg

VENDIDO

Elisa Carareto

Aline Abreu

VENDIDOS

nat.jpg

VENDIDO

Natália Gregorini, 2018

Paula Schiavon

VENDIDO

Mayara Nardo

VENDIDO

Juliana Storto

VENDIDO

Marcelo Tolentino

VENDIDO

PRINTS

Flor.jpg

Flor
29 x 20,7 cm
Impressão em risografia
Sandra Jávera, 2023

comprar

VENDIDO

Sandra Jávera

Tintasolta.jpg

VENDIDO

Sandra Jávera

bottom of page